Av. Paulista

A grande avenida
Centro financeiro e principal símbolo de São Paulo, a avenida Paulista foi inaugurada em dezembro de 1891 para ser um cartão-postal da cidade. Projetada pelo agrônomo uruguaio Joaquim Eugénio de Lima, no espigão do Caaguaçu, o ponto mais alto de São Paulo, a via nasceu para acolher as mansões dos prósperos fazendeiros, comerciantes e industriais e tornou-se símbolo do desenvolvimento e pujança paulistanos.

Nos anos 1950 e 1960, a avenida recebeu novos marcos, como o Conjunto Nacional, com o seu cine Astor, centro comercial e torres residenciais, e o MASP, o mais relevante museu de arte da América Latina, com edifício projetado ela arquiteta italiana Lina Bo Bardi. Revitalizada por prédios de arquitetura moderna, cercados pela animada vida noturna dos Jardins e Baixo Augusta. Em 2017, a avenida ganhou mais um símbolo, no número 52: a Japan House, centro cultural desenhado pelo arquiteto japonês Kengo Kuma.